PATROCINADORES

Padilha: “Redução de R$ 0,46 no preço do diesel não é imediata”

O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, cobrou nesta quarta-feira (6) que os postos de combustíveis apliquem imediatamente uma redução mínima de R$ 0,41 no preço do litro do diesel. Em entrevista à rádio CBN, Padilha reconheceu que o desconto de R$ 0,46 anunciado pelo governo não será imediato devido a fatores como a incidência do imposto estadual ICMS. “O R$ 0,46 não é imediato. O R$ 0,46 depende do estoque que tinha o posto e depende também do preço médio no estado, que varia. Agora, o óleo que foi adquirido a partir do dia 1º de junho, o desconto mínimo que ele terá é R$ 0,41”, disse o ministro.

Por que é importante

A queda de R$ 0,46 no preço do litro do diesel foi uma das medidas tomadas pelo governo para encerrar a greve dos caminhoneiros. A paralisação provocou desabastecimento e prejudicou o funcionamento de serviços no país

Quem ganha

Caminhoneiros e transportadoras, grandes beneficiados com o desconto

Quem perde

O contribuinte, que irá arcar com os custos para cobrir o rombo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + dois =

Pergunte para a

Mônica.