PATROCINADORES

Novo comandante do Exército quer militares fora da reforma da Previdência

O novo comandante do Exército, general Edson Leal Pujol, defendeu nesta sexta-feira (11) que os militares fiquem de fora da reforma da Previdência que o governo Bolsonaro vai apresentar ao Congresso. “Como comandante do Exército, nós não devemos modificar o nosso sistema (de aposentadorias)”, disse Pujol em entrevista a jornalistas após a cerimônia de posse. O novo comandante do Exército substitui o general Eduardo Villas-Bôas.

Por que é importante

Em 2018, o rombo da Previdência dos militares cresceu 12,85%, passando de R$ 35,9 bilhões para 40,5 bilhões

Quem ganha

Os militares devem continuar com o regime previdenciário diferente do modelo previdenciário da iniciativa privada

Quem perde

Os cofres da União

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × um =

Pergunte para a

Mônica.