Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Nos EUA, Mourão defende relação comercial com a China

Nos EUA, Mourão defende relação comercial com a China

Em viagem oficial aos Estados Unidos, o vice-presidente Hamilton Mourão defendeu neste sábado (6), em conversa com jornalistas, a relação comercial que o Brasil tem com a China, principal parceiro econômico do país. “O Brasil tem que saber se posicionar nesse mundo globalizado, de intensa competição”, afirmou Mourão em Boston, onde ele participa do Brazil Conference, evento organizado por alunos brasileiros da Universidade de Harvard e do MIT. Apesar de tecer elogios aos chineses, o vice também disse que o Brasil precisa diversificar suas exportações para o país asiático. “Precisamos melhorar a qualidade do que exportamos para lá, colocar valor agregado, não pura e simplesmente commodites, e utilizar o capital chinês para investir. É uma relação em que o Estado brasileiro tem que saber se posicionar.”

Por que é importante
Declaradamente simpático ao presidente americano, Donald Trump, o governo brasileiro se esforça para não contrariar os chineses, em guerra comercial com os EUA
Quem ganha
A economia brasileira, que depende das exportações para a China
Quem perde
A ala ideológica do governo, que defende um distanciamento em relação à China

Envie seu comentário

17 − quatro =