Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Ministro da Fazenda: dar dinheiro a Estados requer ajuste fiscal em troca

Ministro da Fazenda: dar dinheiro a Estados requer ajuste fiscal em troca

A ideia anunciada por Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado, de dividir com os Estados o dinheiro arrecadado com o leilão de áreas de petróleo, não agradou a Eduardo Guardia, ministro da Fazenda. Guardia alertou que a União passa por sérios problemas financeiros e que os valores arrecadados com o leilão no ano que vem já fazem parte da contabilidade da equipe econômica para melhorar a situação do país. Para o ministro da Fazenda, repassar mais dinheiro para os Estados implica ajuste fiscal, como contenção de gastos com salários de servidores e previdências estaduais. Segundo Eunício Oliveira, Paulo Guedes, futuro ministro da Economia no governo de Jair Bolsonaro (PSL), havia se comprometido a estudar a ideia.

Por que é importante
A receita do leilão das áreas do petróleo deve ser de cerca de R$ 100 bilhões. Para Eduardo Guardia, esse valor poderá ser usado para reduzir o desequilíbrio financeiro do país
Quem ganha
Os cofres da União
Quem perde
Os Estados do país

Envie seu comentário