PATROCINADORES

Mercado prevê piora no déficit primário em 2018

Instituições financeiras elevaram a projeção do déficit primário do setor publico para 2018, de R$ 136,103 bilhões, para R$ 138,543 bilhões – variação de 1,76%. O número ainda está abaixo do limite para o déficit previsto pelo governo para o ano, R$ 159 bilhões. O levantamento foi feito pelo Ministério da Fazenda com analistas e economistas. Para o ano que vem, as perspectivas são de melhora: déficit primário de R$ 105,929 bilhões, ante R$ 107,304 bi na projeção feita em abril.

Por que é importante

O déficit nas contas públicas inibe investimentos e pressiona a inflação, impedindo queda mais agressiva no corte de juros. Quando ocorre déficit primário, o governo não consegue nem pagar os juros da dívida, que aumenta

Quem ganha

Políticos perdulários e setores da sociedade que "sugam" recursos do caixa público

Quem perde

O país

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro + catorze =

Pergunte para a

Mônica.