Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Medo do desemprego cai no Brasil, aponta CNI

Medo do desemprego cai no Brasil, aponta CNI

Elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), o Índice de Medo do Desemprego registrou sua maior queda histórica entre setembro e dezembro, caindo de 65,7 para 55 pontos – recuo de 10,7 pontos. Apesar de o índice ainda estar acima da média histórica, de 49,8 pontos, ele “reflete o otimismo e confiança que a maioria da população deposita no novo governo”, segundo a CNI. “Também é resultado da percepção crescente de superação da crise econômica, com perspectiva de aumento do crescimento e queda do desemprego”, completou a entidade.

O medo do desemprego caiu em todas as regiões do Brasil:

Sul: queda de 16,9 pontos, para 45,8

Norte e Centro-Oeste: queda de 12,9 pontos, para 48

Nordeste: queda de 9,8 pontos, para 63,3

Sudeste: queda de 8,3 pontos, para 55,8

O resultado também foi positivo para o Índice de Satisfação com a Vida, que subiu 2,7 pontos de setembro a dezembro, chegando a 68,6. Esta foi a maior alta do índice, que viu o otimismo crescer principalmente na região Sul: 3,6 pontos, seguida por Nordeste (3,0), Sudeste (2,7) e Norte e Centro-Oeste (1,5).

Por que é importante
O índice demonstra que a maioria da população está otimista com os rumos da economia
Quem ganha
Entre as faixas de renda, o medo do desemprego caiu principalmente entre os brasileiros que ganham mais: -16,2 pontos, para quem tem renda familiar acima de cinco salários mínimos
Quem perde
O temor do desemprego caiu apenas 7,3 pontos para quem possui renda familiar de até um salário mínimo

Envie seu comentário