PATROCINADORES

Marinho garante que desemprego cairá para um dígito até 2022

O aquecimento do mercado de trabalho é o principal desafio do governo para consolidar a retomada da economia. Hoje, a taxa de desemprego está na faixa de 11,8% e atinge mais de 12 milhões de brasileiros Em entrevista ao jornal Valor Econômico, o secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, disse que a expectativa é que o índice recue para menos de um dígito – na casa de 9,5% – até o final do mandato de Jair Bolsonaro, em 2022. Marinho aposta que o emprego vai reagir nos próximos anos por causa da melhora conjuntural da economia. “Vai depender muito do crescimento econômico. Se a gente tiver mesmo 2,5% a 3% nos próximos três anos, essa mudança pode ser mais intensa. Porque os empregos que serão gerados serão sobretudo na área da construção civil, na área têxtil, segmentos que empregam de forma mais intensiva”, afirmou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 + 3 =

Pergunte para a

Mônica.