Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Lula define sistema de meta contínua de inflação a partir de 2025

CMN deve manter a meta de inflação em 3% para os próximos anos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) assinou um decreto nesta quarta-feira (26) que modifica o regime da meta de inflação no Brasil, implementando o modelo de meta contínua a partir de 2025.

A decisão foi publicada em uma edição extra do Diário Oficial da União (DOU) e antecede a reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN) prevista para esta tarde. O CMN deve manter a meta de inflação em 3% para os próximos anos.

Com a nova regra, a partir de 2025, o Banco Central (BC) deverá monitorar a meta de inflação de forma contínua em um período de 12 meses. O decreto estabelece que a meta será considerada descumprida se a inflação desviar por seis meses consecutivos do intervalo de tolerância. No modelo atual, a meta só é considerada descumprida se estiver fora da faixa de tolerância no final do ano.

Anúncio e expectativas

O modelo contínuo já é adotado por vários países com sistemas de metas de inflação. Desde 1999, o Brasil analisava a inflação com base no ano-calendário, exigindo que estivesse dentro da meta até 31 de dezembro de cada ano.

A mudança foi antecipada em junho do ano passado pelo ministro da Fazenda, Fernando Haddad. Naquela ocasião, o CMN definiu a meta de inflação para 2024, 2025 e 2026 em 3%, com um intervalo de tolerância de 1,5 ponto percentual, permitindo que a meta seja considerada cumprida se a inflação estiver entre 1,5% e 4,5%.

Reunião e discussões

Lula validou a alteração em uma reunião com ministros no Palácio do Planalto, incluindo Fernando Haddad (Fazenda), Alexandre Padilha (Relações Institucionais), e a ministra interina da Casa Civil, Miriam Belchior. Também presente estava Gabriel Galípolo, diretor de Política Monetária do BC, cotado para assumir a presidência do BC a partir do próximo ano, sucedendo Roberto Campos Neto, cujo mandato termina em 31 de dezembro.

O CMN se reúne hoje das 15h às 17h para discutir a meta de inflação. O colegiado é composto pelos ministros da Fazenda, Fernando Haddad, do Planejamento, Simone Tebet, e pelo presidente do BC, Roberto Campos Neto. O grupo define periodicamente uma meta anual para o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.