PATROCINADORES

“Lives”: este será o futuro do entretenimento?

Hoje, às, 15:00 (horário de Brasília), tem início a megalive “One World: Together at Home” (Um Só Mundo: Juntos em Casa). Organizada por Lady Gaga, contará com a presença de medalhões da música como Paul McCartney, Andrea Bocelli, Alanis Morissette, Elton John e Stevie Wonder, entre outros. A audiência esperada é gigantesca e deve bater recordes de público via internet.

Muitos artistas já vinham utilizando esse mecanismo para se manter em contato com os fãs — e algumas das “lives” brasileiras mostravam inclusive marcas de grandes patrocinadores. Mas o fenômeno parece ter vindo para ficar: empresários do entretenimento estão vislumbrando este canal como uma nova modalidade de faturar com a performance de seus contratados.

Há grandes nomes da música já imaginando como cobrar uma quantia simbólica de acesso às “lives” transmitidas diretamente de seus shows. Com isso, uma bilheteria de alguns milhares de pessoas pode ser multiplicada inúmeras vezes devido à cobrança de tickets digitais.

Do mesmo jeito que o iTunes mudou o mercado da música, a onda de “lives” vai transformar a indústria do entretenimento? A chance é alta.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 − 2 =

Pergunte para a

Mônica.