Document
PATROCINADORES

Liminar suspende trecho de MP sobre privatização da Eletrobras

O governo federal irá recorrer de uma decisão liminar que suspendeu nesta quinta-feira (11) trecho da medida provisória 814/2017, que retirava vetos à desestatização da Eletrobras e suas subsidiárias. A decisão judicial questiona o uso de uma MP para tratar do tema. O governo avalia ter elementos para caracterizar urgência na discussão do assunto, uma vez que o Orçamento da União para 2018 já considera uma arrecadação de R$ 12 bilhões. O governo prevê discutir a privatização com o Congresso Nacional por meio de um projeto de lei que deve ser encaminhado antes da volta do recesso parlamentar.
Leia também:
Congresso deve receber PL sobre desestatização da Eletrobras

Por que é importante

A retirada imediata do veto à privatização da companhia, viabilizada pela MP, segundo o governo, é vista como essencial para garantir a contratação a tempo de estudos necessários ao processo

Quem ganha

A oposição e políticos que usam a estatal como cabide de empregos a aliados

Quem perde

A Eletrobras. Sem a privatização, a estatal vai precisar de um aporte de R$ 10 bilhões para não entrar em colapso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.