PATROCINADORES

Joesley, Palocci, Mantega e Coutinho são denunciados por rombo no BNDES

A Procuradoria da República no Distrito Federal denunciou nesta quinta-feira (14) o empresário Joesley Batista, os ex-ministros Antonio Palocci e Guido Mantega e o ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, gestão fraudulenta e prevaricação financeira, ao lado de mais sete investigados. O Ministério Público Federal (MPF) afirma que os acusados participaram de um esquema que causou prejuízo de R$ 1,86 bilhão aos cofres do banco, durante o governo Lula. Segundo a denúncia, os antigos integrantes do governo petista receberam recursos ilícitos para liberar mais de R$ 8 bilhões em empréstimos à J&F, dos irmãos Joesley e Wesley Batista.

Por que é importante

A nova denúncia desmoraliza ainda mais a administração do BNDES durante os governos do PT

Quem ganha

A justiça, que segue investigando crimes de colarinho branco

Quem perde

No total, o MPF cobra R$ 5,5 bilhões da JBS, que faz parte da holding J&F

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.