Document
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Itaú, Santander e Bradesco criam Conselho Consultivo da Amazônia

Os três maiores bancos privados do país, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander, formalizaram a criação do Conselho Consultivo da Amazônia nesta quarta-feira (26). Foram escolhidos sete especialistas para coordenar a implementação de medidas propostas pelos bancos para estimular o desenvolvimento sustentável da região. O grupo vai ser reunir a cada três meses “com o objetivo de trazer reflexões sobre as dinâmicas da região e desafiar os bancos quanto à efetividade do impacto das ações propostas”, informaram as instituições financeiras em comunicado conjunto. Paralelamente, especialistas em sustentabilidade dos três bancos já se reúnem periodicamente para propor ações concretas voltadas à região

O conselho consultivo será composto por Adalberto Luís Val, biólogo e pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA); Adalberto Veríssimo, pesquisador associado e cofundador do Imazon, um dos principais centros de pesquisa e ação estratégica da Amazônia, e diretor de programas do Centro de Empreendedorismo da Amazônia; André Guimarães, diretor executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), cofacilitador da Coalizão Brasil Clima Florestas e Agricultura; Carlos Afonso Nobre, cientista destacado principalmente na área dos estudos sobre mudanças climáticas e Amazônia e atual responsável pelo projeto Amazônia 4.0; Denis Minev, diretor-presidente das Lojas Bemol, cofundador da Fundação Amazonas Sustentável, do Museu da Amazônia e da Plataforma Parceiros pela Amazônia; a ex-ministra do Meio Ambiente Izabella Teixeira, bióloga e doutora em Planejamento Ambiental pela UFRJ; e Teresa Vendramini, pecuarista, socióloga e presidente da Sociedade Rural Brasileira.

“O conceito foi escolher um grupo de pessoas de alta qualificação e notório saber que são comprometidas com a ciência, com a defesa do meio ambiente e com a vida”, afirmou, em nota, o presidente do Bradesco, Octávio de Lazari Junior. “A colaboração dos conselheiros será fundamental para que nossa atuação na região seja efetiva e gere os impactos positivos que buscamos”, comentou o presidente do Itaú Unibanco, Cândido Bracher. “Esses líderes excepcionais utilizarão sua vasta experiência para nos ajudar a subir a régua “, destacou o presidente do Santander Brasil, Sergio Rial. Anunciado em julho, o Plano Amazônia prevê dez medidas nas áreas de conservação ambiental e desenvolvimento da bioeconomia, investimento em infraestrutura sustentável, e garantia dos direitos básicos da população da região.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.