PATROCINADORES

Interesse nacional como prioridade na Embraer

A Embraer informou, em comunicado ao mercado, que uma eventual combinação de negócios com a Boeing deve preservar, antes de mais nada, os interesses estratégicos da segurança nacional. A fabricante de aeronaves brasileira prestou esclarecimento depois de ser questionada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) sobre a intenção da empresa norte-americana de incluir a divisão militar da companhia nacional na parceria.

Por que é importante

A Boeing e a Embraer anunciaram no dia 21 de dezembro que estão discutindo uma combinação de seus negócios

Quem ganha

O governo brasileiro, que detém direito de veto a decisões estratégicas da companhia

Quem perde

Investidores. Sem um formato fechado de oferta, a concretização da parceria pode demorar

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

14 + catorze =

Pergunte para a

Mônica.