Document
PATROCINADORES

Inflação sobe 0,86% em outubro, maior alta para o mês desde 2002

O IBGE divulgou nesta sexta-feira (6) que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que mede a inflação oficial no país, acelerou para 0,86% em outubro, acima da taxa de 0,64% registrada em setembro. Pressionado pela alta no preço dos alimentos e das passagens aéreas, o resultado foi o maior para um mês de outubro desde 2002, quando o indicador foi de 1,31%. No ano, a inflação acumula alta de 2,22% e, em 12 meses, de 3,92%, acima dos 3,14% observados nos 12 meses imediatamente anteriores. Em outubro de 2019, o indicador havia ficado em 0,10%.

Conforme o IBGE, dos nove grupos de produtos e serviços pesquisados, oito apresentaram alta na passagem de setembro para outubro. A maior variação (1,93%) e o maior impacto (0,39 p.p.) vieram, mais uma vez, de alimentação e bebidas, que desaceleraram em relação ao resultado de setembro (2,28%). O segundo maior impacto (0,24 p.p.) sobre a inflação veio dos transportes (1,19%), principalmente, das passagens aéreas (39,83%), que contribuíram com 0,12 p.p, exercendo o maior peso individual no índice geral. Veja o quadro completo:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.