PATROCINADORES

Incertezas com coronavírus puxam queda da confiança do comércio

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM), divulgado nesta quarta-feira (25) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 11,7 pontos em março, para 88,1 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. Essa foi a maior queda do índice em toda a série iniciada em abril de 2010. Segundo a FGV, o desempenho negativo no mês é um primeiro sinal do impacto da pandemia do novo coronavírus no setor.

“A forte queda foi decorrente da revisão de expectativas por parte dos empresários, que se mostram preocupados com o rumo dos negócios nos próximos meses”, observou Rodolpho Tobler, coordenador da sondagem.

O Índice de Expectativas (IE-COM) despencou 24,3 pontos, para 82,7 pontos. Já o Índice de Situação Atual (ISA-COM) subiu 1,3 ponto, para 93,9 pontos, com a melhora tímida e concentrada em alguns segmentos, como hiper e supermercados e artigos farmacêuticos.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.