Document
PATROCINADORES

IGP-10, IPA, IPC, IPC-S, INCC: o que apontam os índices de setembro

Confira os principais índices da Fundação Getúlio Vargas e Instituto Brasileiro de Economia (FGV IBRE) divulgados nesta quinta-feira (16).

  • O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) caiu 0,37% em setembro. No mês anterior, o índice havia variado 1,18%. Com esse resultado, o índice acumula alta de 16,44% no ano e de 26,84% em 12 meses. Em setembro de 2020, o índice subira 4,34% no mês e acumulava elevação de 17,03% em 12 meses;
  • O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) caiu 0,76% em setembro. No mês anterior, o índice havia registrado alta de 1,29%. Na análise por estágios de processamento, os preços dos Bens Finais subiram de 1,60% em agosto para 2,13% em setembro. A principal contribuição para este resultado partiu do subgrupo alimentos processados, cuja taxa foi de 0,59% para 2,61%. O índice relativo a Bens Finais, que exclui os subgrupos alimentos in natura e combustíveis ao consumo, subiu 1,66% em setembro. No mês anterior, a taxa era 0,97%;
  • O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,93% em setembro. Educação, leitura e recreação (0,51% para 1,34%), comunicação (-0,13% para 0,12%), transportes (0,93% para 0,97%), despesas diversas (0,10% para 0,29%), saúde e cuidados pessoais (0,45% para 0,50%) e vestuário (0,17% para 0,18%). as principais contribuições para este movimento partiram dos seguintes itens: passagem aérea (3,82% para 11,50%), mensalidade para TV por assinatura (-0,46% para 0,21%), etanol (-1,03% para 4,70%), serviços bancários (0,14% para 0,35%), medicamentos em geral (0,10% para 0,38%) e acessórios do vestuário (-0,29% para 0,63%);
  • O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) da segunda quadrissemana de setembro de 2021 subiu 1,10% e acumula alta de 9,25% nos últimos 12 meses;
  • O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) variou 0,43% em setembro. No mês anterior a taxa avançou 0,79%. Os três grupos componentes do INCC registraram as seguintes variações na passagem de agosto para setembro: materiais e equipamentos (1,44% para 0,82%), serviços (0,77% para 0,49%) e mão de obra (0,24% para 0,08%).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.