PATROCINADORES

Guedes discute tributação dos combustíveis com governadores

Para resolver o impasse em torno do preço dos combustíveis no país, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi chamado nesta terça-feira (11) pelos governadores para discutir os impostos que incidem sobre o produto. Segundo a agência Reuters, Guedes sinalizou que a redução da carga só será possível com a aprovação da reforma da tributária e concordou que a União e os estados, no momento, não podem abrir mão de receitas. A polêmica começou quando o presidente Jair Bolsonaro prometeu encaminhar ao Congresso um projeto de lei para que o ICMS dos combustíveis tivesse um valor fixo por litro. O argumento do presidente era que só com a medida a redução do preço do diesel e da gasolina para as refinar poderia chegar efetivamente ao consumidor nas bombas dos postos. Contrariados, já que o ICMS é a principal fonte de receita para os estados, os governadores sugeriram a redução de tributos federais (PIS, COFINS e CIDE). Bolsonaro insistiu na queda de braço ao afirmar que zeraria os tributos federais sobre os combustíveis caso os governos estaduais fizessem o mesmo com o ICMS.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.