PATROCINADORES

Governo estuda medidas para incentivar economia

A equipe econômica está estudando a adoção de medidas para dar impulso à economia, aos moldes da liberação de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), afirmou nesta quinta-feira (11) o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Segundo ministro, essas medidas não vão impactar as contas públicas.

Por que é importante

No ano passado, os saques totais a contas inativas do FGTS somaram R$ 44 bilhões, ajudando a impulsionar a economia após dois anos de recessão

Quem ganha

O país, desde que as medidas efetivamente incentivem o consumo e os investimentos sem causar ônus aos cofres públicos nem inflação

Quem perde

Políticos que disputam com Meirelles o apoio da base do governo

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − quatro =

Pergunte para a

Mônica.