PATROCINADORES

Governo britânico vai cobrir até 80% dos salários

O governo britânico anunciou que pagará os salários de milhões de trabalhadores para mantê-los empregados, evitando uma reação negativa em cadeia na economia por causa da pandemia de coronavírus.

“Faremos tudo ao nosso alcance para ajudar” afirmou o primeiro-mistro conservador Boris Johnson, nesta sexta-feira (20), diante da residência oficial, em Downing Street, 10.

Desde a semana passada o governo britânico era criticado por ser muito lento em suas ações nas áreas de saúde e economia.

É um passo classificado como “sem precedentes”, talvez só comparável com a criação do Sistema Nacional de Saúde (NHS) e as coberturas sociais, que foram mecanismos que demoraram décadas para serem implementados. O ministro do Tesouro, o conservador Rishi Sunak, afirmou que o governo cobrirá até 80% dos salários dos trabalhadores, desde que as empresas se comprometam em mantê-los em suas folhas de pagamento, em vez de demiti-los durante a paralisação. Os pagamentos extraordinários valerão até um teto de 2.500 libras por mês, um pouco acima da renda média dos britânicos.

A decisão veio apenas alguns dias depois que o governo de Boris Johnson anunciou um pacote de resgate comercial no valor de 350 bilhões de libras para ajudar as empresas a lidar com a paralisação da economia. Sunak descreveu seu plano como um dos mais abrangentes do mundo no momento. As estimativas de economistas da City, o distrito financeiro de Londres, é que o plano para os trabalhadores custe mais de 78 bilhões de libras. A medida terá a duração de pelo menos três meses e poderá ser ampliado.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.