Document
PATROCINADORES

FMI eleva estimativa para inflação no Brasil em 2021 e vê crescimento mais fraco

Sob as pressões inflacionárias globais, a previsão do Fundo Monetário Internacional (FMI) para os aumentos de preços no Brasil neste ano aumentou significativamente, enquanto as perspectivas de crescimento se deterioraram.

O Fundo passou a estimar uma alta de 7,9% do IPCA para este ano, contra 4,5% em sua última projeção para a inflação, feita em abril. Ao mesmo tempo, aumentou a conta para 2022 a 4,0%, de 3,5% antes.

Para este ano, a projeção supera o teto da meta de inflação oficial, mas para 2022 fica na margem de tolerância — o centro da meta do Banco Central para a inflação em 2021 é de 3,75% e para 2022 é de 3,50%, sempre com uma margem de 1,5 ponto percentual para mais ou menos.

Mesmo com ajustes, o cenário de inflação do FMI neste ano ainda está muito abaixo da projeção de mercado de 8,59% no último relatório do BC Focus. Para 2022, a expectativa de resultado do fundo também é menor, pois analistas do Focus calculam que o IPCA terá alta de 4,17%.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.