Document
PATROCINADORES

FGV: confiança do comércio alcança maior nível desde setembro de 2020

O Índice de Confiança do Comércio (ICOM), divulgado nesta terça-feira (29) pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 2 pontos em junho, para 95,9 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. Com a alta, puxada pela melhora da percepção dos empresários com o momento, o indicador atingiu o nível mais alto desde setembro de 2020 (99,6 pontos), antes dos efeitos da pandemia do novo coronavírus. O Índice de Situação Atual (ISA-COM) avançou 9,3 pontos, para 104,2 pontos; enquanto o Índice de Expectativas (IE-COM) recuou 5,9 pontos, para 87,6 pontos.

“O resultado positivo do mês foi influenciado pela percepção de aumento do ritmo de vendas, enquanto as expectativas voltaram a oscilar, sugerindo que o cenário para os próximos meses ainda apresenta riscos. A melhora da confiança do consumidor, ampliação da vacinação e recuperação do mercado de trabalho são fatores que podem solidificar essa retomada. Mas a incerteza e o risco de novas ondas da pandemia ainda pesam no sentido oposto”, comentou Rodolpho Tobler, coordenador da Sondagem do Comércio do FGV IBRE.

Cenário para os serviços melhora

A FGV também informou nesta terça o Índice de Confiança de Serviços (ICS), que teve um aumento de 5,7 pontos em junho, para 93,8 pontos. Foi a terceira alta consecutiva no ano e o maior valor desde fevereiro de 2020. O Índice de Situação Atual (ISA-S) cresceu 4,7 pontos, para 88,7 pontos; já o Índice de Expectativas (IE-S) saltou 6,7 pontos, para 99,1 pontos.

“A ampliação do programa de vacinação, redução das medidas restritivas e melhora na confiança dos consumidores ajudam a explicar o momento de recuperação do setor. A continuidade desses fatores positivos é fundamental para o andamento do cenário de retomada nos próximos meses”, destacou Tobler.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.