Document
PATROCINADORES

FGV: confiança da indústria atinge maior nível desde janeiro de 2013

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), divulgado nesta segunda-feira (28) pela Fundação Getulio Vargas, avançou 8 pontos em setembro, para 106,7 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. Foi a quinta alta consecutiva do indicador, que superou o patamar pré-pandemia do novo coronavírus e alcançou o maior nível desde janeiro de 2013 (106,7 pontos). Para Renata de Mello Franco, economista da FGV-IBRE, a sondagem de setembro mostra o setor industrial satisfeito com o momento presente e moderadamente otimista em relação aos próximos meses. O Índice de Situação Atual (ISA) subiu 9,5 pontos, para 107,3 pontos, o maior valor desde janeiro de 2013 (107,6 pontos). Já o Índice de Expectativas (IE) cresceu 6,3 pontos, para 105,9 pontos, o maior desde abril de 2013 (107,2 pontos). “Na opinião dos empresários, a demanda estaria satisfatória, o nível de estoques está confortável e haveria expectativa de aumento de produção e do quadro de pessoal no curtíssimo prazo. Esse resultado sugere que o pior da crise já foi superado e que o setor teria fôlego para continuar a apresentar resultados positivos no próximo trimestre”, comentou Renata. “O nível mais baixo do indicador que mede o otimismo com a evolução do ambiente dos negócios nos seis meses seguintes, no entanto, evidencia a preocupação do setor com o cenário a partir de 2021, uma cautela possivelmente motivada pela incerteza com relação aos rumos da economia após a retirada dos programas emergenciais do governo”, completou.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.