Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Festas Juninas aumentam em 21% o tíquete médio do consumidor

Gasto saltou de R$ 13,25 entre junho e julho de 2022 para R$ 16,07 no mesmo período em 2023

As tradicionais festas juninas e julinas, celebradas em todo o Brasil, têm impulsionado significativamente o consumo no país. Dados da Horus, marca pertencente à Neogrid, mostram um aumento notável no tíquete médio gasto pelo consumidor, que saltou de R$ 13,25 entre junho e julho de 2022 para R$ 16,07 no mesmo período em 2023. Esse crescimento de 21,3% reflete a crescente popularidade e importância econômica dessas celebrações.

Além do aumento no valor gasto, o estudo Horus/Neogrid indica um acréscimo na quantidade média de itens comprados para as festas. Em 2023, a média de itens na cesta de produtos juninos e julinos subiu para 2,7, comparado a 2,2 no ano anterior, também um crescimento de 21,3%.

Entre os produtos mais procurados, o amendoim se destacou, com um aumento de 0,6 pontos percentuais na sua incidência e um crescimento de 31% na média de itens comprados em 2023 em comparação a 2022. A queda no preço médio desse produto pode ter contribuído para o aumento no consumo. Em contrapartida, produtos como salsicha e salsichão registraram uma queda na incidência (-0,6 p.p.) e no tíquete médio (-1,1%).

Oportunidades e desafios para o varejo

Dionaldo Passos, diretor de Supply Chain da Neogrid, destaca que as festas juninas e julinas não só celebram tradições culturais, mas também oferecem excelentes oportunidades para o crescimento das vendas e das margens de lucro no varejo. “É essencial que o varejo e a indústria se preparem para evitar a falta de produtos e consequentemente a perda de vendas. A tecnologia é uma aliada nesse processo, permitindo a extração de insights valiosos a partir dos dados”, afirma Passos.

Para garantir bons resultados durante esse período, o planejamento e a preparação são fundamentais. Anna Fercher, head de customer success e insights da Neogrid, enfatiza a importância de um estoque bem gerido, estratégias promocionais eficazes e uma análise detalhada do comportamento dos consumidores. “Analisar os padrões de compra e as preferências dos clientes nos permite antecipar tendências e adaptar nossas ofertas de forma precisa”, explica Anna.

Para equilibrar consumo e demanda nos pontos de venda, muitas empresas utilizam a estratégia de DRP (Distribution Requirement Planning). No entanto, segundo Passos, essa prática ainda é frequentemente manual e desconectada de outras informações essenciais, como histórico de compras e média de vendas. “Contar com uma solução tecnológica de DRP é essencial para automatizar procedimentos e ajudar a empresa a tomar decisões mais informadas sobre a distribuição de mercadorias”, conclui Passos.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.