PATROCINADORES

Emprego com carteira assinada cresce em abril, mostra IBGE

O IBGE divulgou nesta sexta-feira (31) que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 12,5% no trimestre móvel de fevereiro a abril – alta de 0,5 ponto percentual em relação ao trimestre móvel imediatamente anterior, de novembro de 2018 a janeiro (12%), e queda de 0,4 ponto percentual ante o mesmo período de 2018 (12,9%). Segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), o desemprego atinge 13,2 milhões de brasileiros. A população ocupada está em 92,4 milhões. Entre os destaques, o IBGE informou que, depois de 16 trimestres seguidos de queda, o emprego no setor privado com carteira assinada voltou a crescer (1,5%) no trimestre fechado em abril, na comparação com o mesmo período de 2018. Foram gerados cerca de 480 mil postos de trabalho formais, totalizando 33,1 milhões de pessoas com carteira.

Por que é importante

A recuperação do mercado de trabalho é essencial para estimular o consumo e, consequentemente, o crescimento de todos os setores da economia

Quem ganha

Os trabalhadores que conseguiram a formalização

Quem perde

Os desalentados (4,9 milhões), parcela da população que desistiu de procurar emprego

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × um =

Pergunte para a

Mônica.