PATROCINADORES

Em segundo dia de leilão, governo tenta vender mais cinco áreas do pré-sal

Em uma estreia marcada pela falta de concorrência, o leilão do pré-sal vendeu na quarta-feira (6) duas áreas de exploração no Rio de Janeiro, para a estatal Petrobras, que arrematou com proposta única e pelo valor mínimo. Outras duas áreas ofertadas não receberam lances. Nesta quinta (7), mais cinco áreas serão ofertadas, com a expectativa de mais procura. São 17 empresas habilitadas para o leilão. Diferentemente do leilão de ontem, que colocou à venda volume extra de barris em regiões já exploradas pela Petrobras, as áreas em oferta no leilão de hoje ainda não são exploradas. Por isso, as empresas vencedoras precisarão fazer estudos para verificar se há ou não petróleo e gás em quantidades comerciais. O valor dessas áreas é menor, portanto. A perspectiva de arrecadação é de R$ 7,85 bilhões.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois + treze =

Pergunte para a

Mônica.