PATROCINADORES

Doria anuncia férias para professores e suspensão de cobranças

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou uma nova série de medidas para tentar reduzir os impactos da pandemia de coronavírus no in´cio da gtarde desta quinta-feira (19). A duração de algumas será de 90 dias, a partir de 23 de março. As cobranças da dívida ativa estadual para pessoas jurídicas e físicas está suspensa. Foi decretada a antecipação das férias dos 165 mil professores da rede pública estadual e do Centro Paula Souza. As tarifas sociais de água de 500 mil famílias em situação de penúria econômica estão suspensas até junho.

Um comitê executivo formado por secretários e empresários para mitigar os efeitos da crise e garantir o abastecimento apresentou suas primeiras iniciativas. A Abaas, entidade dos atacadistas do varejo, irá comercializar álcool gel com margem zero. A Coperalcool doou 50 mil frascos de álcool gel para as polícias Militar e Civil.

Doria aproveitou para criticar os estados e municípios que tentam restringir a circulação de pessoas. “Nenhuma estrada e aeroporto pode ser fechado”, disse, citando a manutenção das operações do porto de Santos e dos aeroportos internacionais de São Paulo, sob o risco de um colapso logístico. O governador também pediu que as prefeituras do Grande ABC não interrompam os serviços de transporte coletivo. “Estarão impedindo profissionais de saúde de chegar ao trabalho”.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.