PATROCINADORES

Abertura de empresas cresce 16,1% no primeiro semestre

Os brasileiros nunca empreenderam tanto. No primeiro semestre, a abertura de empresas avançou 16,1% em relação ao mesmo período do ano passado, segundo estudo da empresa Boa Vista. No segundo trimestre, o indicador recuou 1,5% se comparado ao mesmo período de 2018, mas no acumulado de 12 meses ocorreu alta de 16,8%.

No que diz respeito ao regime jurídico das empresas, a variação interanual mostrou um forte crescimento das MEIs (21,4%) em relação aos demais tipos de empresas (0,6%) no primeiro semestre. Em termos de composição, as MEIs simbolizam 79% dos casos no primeiro semestre. Em 2018, a participação dessas empresas era ligeiramente menor (75,7%). Entre os segmentos, foi o de serviços o responsável pela maior fatia (61,5%), ficando estável o comércio (29,8%), enquanto a indústria sofreu pequeno recuo (7,8%) 

Por que é importante

O aumento pode ser resultado dos esforços do governo em melhorar o ambiente de negócios do país ou sinal de que, por falta de oportunidade, os trabalhadores estão sendo obrigados a empreender

Quem ganha

O setor de serviços, que responde por 61,5% das aberturas de empresas

Quem perde

O setor industrial, que registrou queda de 0,1% no número de empresas abertas no período

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 5 =

Pergunte para a

Mônica.