Pesquisar
PATROCINADORES
PATROCINADORES

Compras digitais se tornam preferência dos brasileiros

Estudo da Kantar revela aumento na fidelidade e volume de compras online, com destaque para marcas econômicas e percepção de promoções

Em 2024, o e-commerce continua a crescer, consolidando-se como o canal preferido dos consumidores brasileiros. Um estudo recente, Consumer Insights Q1 2024, realizado pela Kantar, revela tendências importantes no comportamento de compra, destacando a crescente relevância dos canais digitais.

A pesquisa indica que, apesar da estabilização da omnicanalidade, houve uma queda na penetração de quase todos os canais, exceto o e-commerce. No longo prazo, o varejo digital expandiu sua presença, ganhando 1,4 pontos percentuais e alcançando cerca de 14 milhões de lares no Brasil. Este crescimento foi impulsionado por novos compradores, resultando em um aumento de 32,3% no volume por viagem. Compradores recorrentes também mostraram maior fidelidade, com uma frequência de 6,1 visitas.

As compras online ocorrem predominantemente através de sites ou aplicativos próprios dos varejistas, que representam 54% do valor total das transações. As cestas de compras online aumentaram em diversidade, com 10% a mais de categorias comparado ao ano anterior. Marcas econômicas lideram as preferências, correspondendo a 51,3% do volume de compras.

Diversidade de canais e estratégias de compra

Os consumidores brasileiros utilizam diferentes canais para atender suas necessidades de abastecimento e reposição. Atacados, supermercados, hipermercados e o varejo tradicional são os preferidos para compras de abastecimento, especialmente no início do mês, com destaque para produtos de limpeza, commodities e perecíveis. Já para compras urgentes, perfumarias, farmácias e canais porta a porta são os mais procurados, com maior movimentação entre o 11º e o 20º dia do mês, focando em itens de higiene, beleza e medicamentos.

Desiree Wichineski, gerente de soluções avançadas da Kantar, destaca um aspecto unânime entre os consumidores: “independentemente da missão de compra, houve uma maior percepção de promoções entre os compradores na comparação entre 2023 e 2024”.

Compartilhe

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.

[monica]
Pesquisar

©2017-2020 Money Report. Todos os direitos reservados. Money Report preza a qualidade da informação e atesta a apuração de todo o conteúdo produzido por sua equipe.