PATROCINADORES

Congresso mantém cobrança de bagagem despachada

O Congresso manteve na quarta-feira (25) o veto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) ao dispositivo que previa a volta da franquia de bagagem em voos nacionais e internacionais. Os 247 votos para derrubar a decisão de Bolsonaro foram insuficientes. Eram necessários 257 votos. Assim, as companhias aéreas vão poder seguir cobrando pelo despacho de malas.

Por que é importante

Ao vetar o dispositivo, Bolsonaro afirmou que a decisão favoreceria a entrada de companhias de baixo custo no mercado brasileiro

Quem ganha

A concorrência no setor

Quem perde

O intervencionismo do Estado na economia

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =

Pergunte para a

Mônica.