Document
PATROCINADORES

Confiança empresarial sobe em setembro e supera nível pré-pandemia

O Índice de Confiança Empresarial (ICE), divulgado nesta quinta-feira (1) pela Fundação Getulio Vargas (FGV IBRE), avançou 3 pontos em setembro, para 97,5 pontos – em uma escala de zero a 200 pontos. A quinta alta consecutiva deixou o indicador 1,5 ponto acima do nível de fevereiro, último mês antes de a economia ser fortemente abalada pela pandemia do novo coronavírus. O Índice de Situação Atual Empresarial (ISA-E) subiu 4,4 pontos, para 93 pontos, patamar também superior ao de fevereiro (92,5 pontos). Já o Índice de Expectativas (IE-E) cresceu 4,9 pontos, para 101 pontos, recuperando 97% das perdas de março-abril, no auge da crise.

Por que é importante

O Índice de Confiança Empresarial (ICE) consolida dados de quatro setores (indústria, serviços, comércio e construção) e serve como um termômetro para avaliar o momento e os rumos da economia

Quem ganha

A indústria, com a maior confiança entre os setores (106,7 pontos)

Quem perde

Os serviços, com o menor índice (87,9 pontos) e a retomada mais lenta

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Pergunte para a

Mônica.