Document
PATROCINADORES

Compra e aluguel de imóveis valorizam em SP, mas rentabilidade está abaixo de 2020

O Secovi-SP, sindicato de empresas do setor, registrou crescimento de 4,5% no valor de venda na capital paulista. No mesmo período, os bairros que mais registraram aumento foram Santo Amaro (R$ 9.532/m², +9,9%), São Miguel Paulista (R$ 4.731/m², +12,3%) e Jardim Helena (R$ 4.575/m², +17,6%). Os bairros onde os imóveis mais desvalorizaram foram Pari (R$ 6.552, -10,0%), Cidade Dutra (R$ 4.950, -5,1%) e São Rafael (R$ 5.601/m², -2,5%).

Já o Imovelweb, portal de locação e venda de imóveis, aponta crescimento de 2,2% no preço de venda na cidade de São Paulo no primeiro semestre de 2021. No período, a média ficou em R$ 9.359/m². Para comprar um imóvel padrão (65m², 2 quartos e vaga na garagem) é preciso, em média, R$ 590 mil.

Locação

A Pesquisa de Valores de Locação Residencial, do Secovi-SP, registrou o aumento de 3,12%, considerando o acumulado de julho de 2020 a junho de 2021. O índice ficou abaixo do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), da FGV, que no mesmo período registrou variação de 35,75%. O valor médio dos novos contratos de locação residencial permaneceu praticamente estável em junho na capital paulista, com evolução de 0,20%. Todos os valores médios dos imóveis aumentaram no mês de junho. A maior alta foi percebida nos de 3 dormitórios, com elevação de 0,40% no mês.

Para alugar, a Imovelweb registra estabilidade no primeiro semestre (0,1%), alta de 1,8% em 12 meses e queda pelo segundo mês consecutivo (0,5%). Para um contrato de imóvel padrão é preciso gastar, em média, R$ 3.458/mês. Os bairros onde o preço mais diminuiu foram República (R$ 3.006/mês, -11,9%), Pinheiros (R$ 4.138/mês, -10,4%) e Aricanduva (R$ 1.706/mês, -8,8%). As maiores altas ocorreram na Vila Andrade (R$ 2.475/mês, +17,5%), Campo Belo (R$ 3.757/mês, +18,7%) e Socorro (R$ 1.773/mês, +19,5%).

Rentabilidade em queda

O índice Secovi-SP, que relaciona o preço de venda e o valor de locação para verificar o tempo necessário para recuperar o investido em uma aquisição, teve um índice bruto anual de 5,8% no relatório de maio, Ou seja, são necessários 17,2 anos de aluguel para obter o investido, 13% mais tempo que há um ano.

Pesquisa

A Pesquisa do Secovi-SP monitora o comportamento do mercado de aluguéis na capital paulista, de acordo com oito grandes regiões: Centro; Norte; Leste (dividida em Zona A, com Tatuapé à Mooca, e Zona B, com os demais bairros); Oeste (segmentada em Zona A, com Perdizes, Pinheiros e vizinhanças, e Zona B, com Butantã e outros); Sul (Zona A, com Jardins, Moema, Vila Mariana, e zona B, com Santo Amaro, Interlagos, Campo Limpo, Cidade Ademar).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.