Document
PATROCINADORES

Com novas restrições, consumo em restaurantes desaba em março

Um levantamento divulgado nesta quinta-feira (6) pela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), em parceria com a Alelo, bandeira especializada em benefícios, mostra que o consumo em restaurantes, bares, lanchonetes e padarias registrou queda de 34,2% em março. Por outro lado, os supermercados apresentaram um número positivo, com aumento de 7,3% no valor gasto no mês.

“Esses números são reflexo do agravamento da pandemia em todo o país, acompanhado da reinstituição de medidas restritivas sobre o funcionamento de estabelecimentos como bares e restaurantes. Além disso, a antecipação de feriados no calendário estaduais e municipais pode ter colaborado para reduzir os níveis de atividade e circulação típicos de dias úteis”, destacou Cesário Nakamura, presidente da Alelo.

Segundo os pesquisadores da Fipe, ao analisar os últimos resultados, é possível notar que o comportamento positivo do consumo em supermercados repercute o padrão já observado em períodos de agravamento da crise sanitária, com alta do valor gasto e do número de estabelecimentos que efetivaram vendas, em paralelo à redução no volume de transações.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.