Document
PATROCINADORES

Campos e Guedes com discursos diferentes

Reportagem da Folha de S. Paulo neste domingo (22) mostra que, em matéria de risco fiscal, os discursos do ministro Paulo Guedes e do presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto (foto), têm destoado.

Guedes, por exemplo, diz que não há risco fiscal e que o cenário volátil não está ligado a variáveis macroeconômicas. Já Campos vem fazendo seguidos alertas o risco que paira sobre as contas públicas, a maior necessidade de explicações do governo sobre o déficit e as consequências do crescimento dos juros para a dívida estatal.

A economista Zeina Latif, ouvida pela reportagem, afirma: “Não admitir o risco fiscal é um problema. Quando fica muito nessa negação, os agentes econômicos ficam preocupados. Aumenta o temor”.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.