Document
PATROCINADORES

Caixa pode ficar sem socorro bilionário do FGTS

O socorro de R$ 15 bilhões que a Caixa receberia – com recursos oriundos do FGTS – pode não ser mais realizado após o afastamento de quatro vice-presidentes do banco estatal, informou nesta quinta-feira (18) o jornal O Estado de S. Paulo. O dinheiro seria usado para capitalizar a instituição. A crise na Caixa cria um embate entre o Ministério da Fazenda e a ala política do governo, que quer reforçar a concessão de crédito em ano eleitoral.

Por que é importante

O afastamento dos quatro vice-presidentes deve inviabilizar a operação que prevê uso de dinheiro dos trabalhadores para capitalizar a Caixa

Quem ganha

A crise de gestão no banco, envolvendo indicados políticos, fortalece os funcionários de carreira

Quem perde

Sem o socorro do FGTS, a Caixa precisará de alternativas para aumentar o capital

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.