Document
PATROCINADORES

Biden amplia lista de empresas chinesas proibidas para investimentos dos EUA

O presidente americano Joe Biden (imagem) assinou uma ordem executiva na quinta-feira (4) que proíbe investimentos dos Estados Unidos em cerca de 59 empresas chinesas vinculadas ao complexo militar-industrial chinês, programas militares de inteligência, pesquisa e desenvolvimento de segurança.

A medida expande uma ordem do ex-presidente Donald Trump (2017 a 2020), composta de 31 empresas, que gerou indisposição com Pequim.

  • As principais empresas incluídas na lista anterior que foram mantidas na lista atualizada foram: Aviation Industry Corp of China, China Mobile Communications Group, China National Offshore Oil Corp, Hangzhou Hikvision Digital Technology Co., Huawei Technologies e a Semiconductor Manufacturing International Corp.

Em resposta, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, afirmou que Washington abusa do poder e usa todos os meios possíveis para suprimir empresas chinesas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.