PATROCINADORES

Banco Central quer estimular educação financeira

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, disse nesta quinta-feira (16) que a instituição estuda medidas para estimular a educação financeira no país. Uma ideia, segundo Campos Neto, seria conceder juros menores no crédito para quem participar de programas educacionais.

“Criatividade e tecnologia são bem vindas para ajudar a aumentar a educação financeira no país”, destacou o presidente do BC em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento do Congresso.

Por que é importante

Estimular a educação financeira pode reduzir o endividamento da população

Quem ganha

Quem participar das ações do BC, que poderá ter acesso a juros menores

Quem perde

Pessoas que não conseguem controlar os gastos

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =

Pergunte para a

Mônica.