PATROCINADORES

Atraso no Orçamento ameaça salários de servidores e militares

A demora na aprovação do Orçamento de 2021 pode terminar em atraso no salário de servidores, incluindo os militares, e no pagamento de despesas essenciais do governo federal. Uma reportagem do jornal O Estado de S. Paulo desta quarta-feira (27) aponta que se os trâmites forem cumpridos à risca, a aprovação será apenas em abril. Até lá, os recursos para pagar o funcionalismo terá acabado. Vale destacar que o rombo no Orçamento referente às despesas correntes está em R$ 453,7 bilhões. Há 7 anos, o Brasil gasta mais do que arrecada.

Ao ser questionado, o Ministério da Defesa afirmou ter recursos até abril. O Ministério da Economia não se manifestou. O maior problema para a aprovação é a condição da “regra de ouro”, que proíbe o governo de se valer de recursos provenientes de empréstimos para bancar despesas correntes. Todavia, estes recursos poderiam ser usados após a aprovação do Orçamento.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

doze − seis =

Pergunte para a

Mônica.