Document
PATROCINADORES

Após três quedas seguidas, produção industrial cresce 1,4% em maio

O IBGE divulgou nesta sexta-feira (2) que a produção industrial avançou 1,4% na passagem de abril para maio. Foi a primeira alta após três meses consecutivos de queda, período em o setor teve uma perda somada de 4,7%. Com o resultado de maio, a indústria chegou ao mesmo patamar de fevereiro de 2020, no cenário pré-pandemia, mas ainda se encontra 16,7% abaixo do nível recorde, registrado em maio de 2011. Agora, a produção acumula um ganho de 13,1% no ano e de 4,9% nos últimos 12 meses.

“Há uma volta ao campo positivo, mas está longe de recuperar essa perda recente que o setor industrial teve. Muito desse comportamento de predominância negativa nos últimos meses tem uma relação direta com o recrudescimento da pandemia, no início de 2021, que trouxe um desarranjo para as cadeias produtivas”, destacou o gerente da pesquisa, André Macedo.

Conforme o IBGE, produtos alimentícios (2,9%), coque, derivados do petróleo e biocombustíveis (3,0%) e indústrias extrativas (2,0%) puxaram a expansão no mês. Outras contribuições positivas importantes vieram de metalurgia (3,2%), de outros produtos químicos (2,9%), de produtos farmoquímicos e farmacêuticos (8,0%), de bebidas (2,9%) e de confecção de artigos do vestuário e acessórios (6,2%).

Por outro lado, entre as dez atividades em baixa, as principais retrações foram de produtos de borracha e de material plástico (-3,8%); máquinas e equipamentos (-1,8%); e produtos têxteis (-6,1%).

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.