Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Vale, Petrobras e bancos derrubam a bolsa. Foi a 3ª queda seguida

Vale, Petrobras e bancos derrubam a bolsa. Foi a 3ª queda seguida

Depois de abrir em alta, o Ibovespa inverteu o comportamento à tarde e encerrou o dia em mais uma forte queda: 1,52% aos 81.515 pontos, a terceira seguida. Dessa vez, a queda não refletiu mau humor no cenário externo. Os principais índices americanos fecharam em alta: o Down Jones subiu 1,21% e o S&P 500, 0,74%, com a diminuição das tenções entre EUA e China. No cenário interno, as ações mais incisivas do Banco Central, aumentando a oferta de swaps cambiais, contiveram a alta do dólar. A moeda caiu 1,35%, cotada a R$ 3,68. A despeito da queda do dólar, ações de empresas do setor bancário e de commodities fecharam em baixa.  As cinco ações mais negociadas do dia fecharam em queda: papéis preferenciais da Petrobras (2,34%), Vale (3,23%), Itaú (1,37%), Bradesco (1,43%) e Ambev (1,60%).

Por que é importante
A última vez que o Ibovespa fechou abaixo de 82.000 foi em 9 de fevereiro. Para Carlos Soares, analista da Magliano Invest, a queda ainda é uma “correção de curto prazo”. “Mantemos a expectativa de alta para a bolsa em 2018”, disse
Quem ganha
As ações do Magazine Luiza registraram a maior alta do dia (4,22%), cotadas a R$ 109,53
Quem perde
As ações da Ultrapar registraram a maior baixa do dia, (5,94%), cotadas a R$ 51,34

Envie seu comentário