PATROCINADORES

“Tsunami” de boas notícias puxa bolsa e derruba o dólar

A bolsa brasileira teve um pregão de alívio nesta quarta-feira (4) com uma série de boas notícias vindas principalmente do exterior. Resultado: alta do Ibovespa de 1,52%, aos 101.201 pontos. O dólar teve a maior queda desde abril e caiu 1,79%, negociado a R$ 4,10.

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, somente os papeis da Cyrela fecharam em queda (-5,10%). Subiram: preferenciais da Petrobras (2,58%), Vale (2,20%), Itaú (0,70%) e Bradesco (1,25%).

Entre as notícias que animaram o mercado estão a aprovação, pelo Parlamento Britânico, de uma lei que impede um Brexit sem acordo, dados positivos sobre a economia chinesa e indicações de que o Fed, o banco central americano, não deve aumentar os juros. No cenário interno, a boa nova ficou por conta da aprovação do relatório do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) para a reforma da Previdência no Senado.

Por que é importante

O volume financeiro negociado na B3 foi de R$ 14,76 bilhões

Quem ganha

As ações da Braskem tiveram a maior alta do dia: 5,06%, a R$ 28,87

Quem perde

As ações da MRV tiveram a maior baixa do dia: -6,44%, a R$ 17,72

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 6 =

Pergunte para a

Mônica.