PATROCINADORES

Se não inovar, RH pode perder relevância, diz estudo

Pesquisa “O futuro do RH 2020: qual caminho a sua empresa está trilhando?”, conduzida pela KPMG com 1.362 executivos de 55 países e 31 setores estratégicos da indústria, mostra que 60% dos executivos do setor acreditam que a função de recursos humanos se tornará rapidamente irrelevante se não modernizar a abordagem e o planejamento para as necessidades futuras da força de trabalho. Para se adequarem ao cenário, o estudo indica que 95% dos gestores estão priorizando a experiência do colaborador como uma das principais áreas de atuação, 61% mudando a cultura interna para se alinharem aos objetivos das organizações e 66% estão privilegiando a qualificação da força de trabalho para gerenciarem o impacto da inteligência artificial.

“A nova geração de executivos da área deve ser capaz de selecionar profissionais com propósitos, competências e habilidades mais holísticas”, destaca Patricia Molino, sócia-líder de Pessoas de Transformações da KPMG no Brasil.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.