Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Scroll to top

Top

Nenhum comentário

Puxado por Petrobras e fala de Bolsonaro, Ibovespa cai; dólar sobe

Puxado por Petrobras e fala de Bolsonaro, Ibovespa cai; dólar sobe

O Ibovespa fechou em baixa de 1,04% nesta terça-feira (6), aos 88.668 pontos. A queda foi puxada pela desvalorização das ações da Petrobras. A empresa brasileira divulgou pela manhã o resultado do último trimestre, que ficou abaixo das expectativas – daí a queda de 3,44% das ações preferenciais da petroleira. O dia também foi influenciado pelas declarações do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), sobre a reforma da Previdência. Ao contrário das declarações anteriores, dessa vez Bolsonaro não foi firme na aprovação da reforma, o que esfriou o ânimo dos investidores.

O dólar fechou em alta de 1,14%, sendo vendido a R$ 3,77. Das cinco ações mais negociadas do dia, somente os papeis do Itaú fecharam em alta (0,63%). As demais caíram. Além da Petrobras, Bradesco (-1,08%), Vale (-0,52%) e Magazine Luiza (-8,07).

Por que é importante
Os investidores continuam otimistas em relação à política econômica de Bolsonaro, e do seu ministro da Fazenda, Paulo Guedes. Mas o bom humor mudará rapidamente se houver sinais fortes de que as reformas não serão aprovadas
Quem ganha
As ações da Marfrig registraram a maior alta do dia: 1,22%, cotadas a R$ 6,66
Quem perde
As ações do Magazine Luiza tiveram a maior baixa do dia: 8,07%, cotadas a R$ 159

Envie seu comentário

5 + 13 =