PATROCINADORES

Propensão dos brasileiros a investir sobe com queda dos juros

Pesquisa da ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) mostra que a queda da taxa básica de juros (Selic) é o principal fator de estímulo às aplicações financeiras no país. Para 48% dos brasileiros, a redução dos juros aumenta a intenção de investir frente 24% que consideram que o corte da Selic diminui a disposição. O estudo revela também que o risco de desemprego estimula 37% das pessoas a investir, ao mesmo tempo em que diminui a propensão de outros 37%. Já a reforma da Previdência motiva 36% da população a fazer aplicações financeiras contra 28% que demonstram não ter interesse em realizar aportes de olho na aposentadoria. Para a pesquisa, foram feitas 3.433 entrevistas em todo o Brasil, distribuídas em 149 municípios, com a população economicamente ativa, inativos que possuem renda e aposentados, das classes A, B e C, a partir dos 16 anos. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, com nível de confiança de 95%.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.