PATROCINADORES

Postos terão de mostrar preço do diesel antes e depois da greve

O Ministério da Justiça publicou, nesta quarta-feira (6), uma portaria no Diário Oficial da União que exige que postos de combustíveis exibam, “de forma clara e ostensiva”, os preços do diesel antes e depois da paralisação dos caminhoneiros (nos dias 21 de maio e 1º de junho). Além disso, a portaria determina regras para a fiscalização dos postos, como garantia para que a redução no diesel esteja sendo repassada ao consumidor de forma efetiva. Caso a portaria não seja cumprida, os postos podem sofrer multas e suspensão parcial ou total das atividades.

Por que é importante

Após o acordo com os caminhoneiros, o governo decretou, na semana passada, a redução de R$ 0,46 por litro de diesel e agora tenta fazer cumprir a queda

Quem ganha

Políticos e economistas heterodoxos que insistem em buscar balas de prata para regular o mercado e controlar os preços

Quem perde

O livre mercado. Tentar tabelar preços e evitar aumentos na marra nunca deu certo. Quem não quiser revisitar a história recente do Brasil tem na Venezuela uma prova de que esse tipo de intervencionismo está fadado ao fracasso

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + quatro =

Pergunte para a

Mônica.