PATROCINADORES

Pessimismo derruba a bolsa e faz dólar superar os R$ 4,00

O Ibovespa opera em queda pelo segundo dia seguido nesta quinta-feira (16), impactado pelo pessimismo dos investidores em relação ao cenário brasileiro. Às 11h53, o índice recuava 0,57%, aos 91.099 pontos, um dia após ter caído 0,51%. O dólar comercial subia 0,46%, negociado por R$ 4,02, em sua cotação mais alta no ano.

O acúmulo de más notícias nas últimas sessões, com a piora na guerra comercial entre Estados Unidos e China, a divulgação de dados fracos da atividade econômica e a fragilidade política do governo Bolsonaro preocupa o mercado, que acaba buscando proteção em investimentos mais seguros. Os protestos contra cortes na educação em diversas cidades do país, na quarta (15), aumentam a tensão no front político, dificultando ainda mais as negociações em torno da reforma da Previdência.

Entre as cinco ações mais negociadas do dia, duas operavam em alta: Vale (0,83%) e preferenciais da Petrobras (0,08%). Os papeis do Banco do Brasil (-1,44%), Bradesco (-0,63%) e Itaú Unibanco (-0,69%) registravam queda.

Por que é importante

Os resultados recentes fizeram o Ibovespa retornar aos níveis registrados em janeiro

Quem ganha

As ações da Marfrig registravam a maior alta do dia: 7,87%, cotadas a R$ 6,85

Quem perde

As ações da Embraer registravam a maior baixa do dia: -3,64%, cotadas a R$ 17,48

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − doze =

Pergunte para a

Mônica.