PATROCINADORES

No último pregão do mês, bolsa sobe, zera perdas, e março fecha estável

No último pregão do mês, a bolsa brasileira fechou a quinta-feira (29) em alta de 1,78%, aos 85.366 pontos, depois de chegar a subir 2%, aos 85.708 pontos. Foi a maior alta desde 14 de fevereiro, quando o índice subiu 3,27%. Com as altas dos dois últimos dias do mês, a bolsa se recuperou da queda e encerrou março com variação positiva de 0,01%. As cinco ações mais negociadas da bolsa fecharam em alta, com destaque para o setor bancário: Itaú (1,34%), Vale (1,61%), Petrobras (0,99%), Bradesco (2,65%) e Banco do Brasil (1,76%).

Por que é importante

Os bancos reagiram positivamente à queda do compulsório pelo Banco Central, que garante mais recursos para empréstimos bancários. No exterior, as bolsas americanas fecharam em alta

Quem ganha

As ações da Brasken tiveram a maior alta do dia (6,81%), cotadas a R$ 48

Quem perde

As ações da Qualicorp tiveram a maior baixa do dia (0,93%), cotadas a R$ 22,28

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 1 =

Pergunte para a

Mônica.