PATROCINADORES

Mau humor externo ofusca Previdência e derruba Ibovespa

O Ibovespa operava em queda nesta quarta-feira (7) desde o início do pregão. Às 12h10, o índice recuava 0,87%, aos 101.275 pontos. O cenário externo ofusca a aprovação da reforma da Previdência em segundo turno na Câmara dos Deputados. Os investidores seguem cautelosos por conta da disputa comercial entre Estados Unidos e China. Um tuíte do presidente norte-americano, Donald Trump, também contribuiu para o mau humor. Trump fez críticas ao Federal Reserve (Banco Central americano) em sua rede social. Ele escreveu que o Fed é “orgulho demais” e afirmou que o banco deveria cortar os juros de forma “mais rápida e maior” para que os EUA consigam competir com outros países. Entre as cinco ações mais negociadas do dia, sobem: Itaú Unibanco (1,24%) e Bradesco (0,67%). Caem os papéis preferencias da Petrobras (-2,47%), Vale (-1,31%) e Cemig (-2,55%). Acompanhando o pessimismo externo, o dólar operava em alta de 0,49%, cotado a R$ 3,97.

Por que é importante

A disputa entre as duas maiores economias do mundo afeta diretamente o mercado de ações nos países emergentes, como o Brasil. Já a fala de Trump levanta dúvidas sobre a independência do Fed

Quem ganha

As ações da Raia Drogasil registravam a maior alta do dia (8,09%), cotadas a R$ 93,50

Quem perde

As ações da B2W Digital registravam a maior baixa do dia (-3,85%), cotadas a R$ 35,68

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

19 − 11 =

Pergunte para a

Mônica.