PATROCINADORES

Clientes ficam sem US$ 190 milhões após morte de dono de corretora

A morte de Gerard Cotten em dezembro do ano passado, aos 30 anos, gerou uma grande dor de cabeça para cerca de 115 mil investidores da QuadrigaCX, corretora de criptomoedas que pertencia ao canadense. Vítima da doença de Crohn, que provoca inflamação no sistema digestório, Cotten morreu enquanto fazia voluntariado em um orfanato na Índia. Como ele era a única pessoa que tinha a senha para acessar os ativos digitais da corretora, os clientes estão impossibilitados de resgatar US$ 190 milhões administrados pela empresa. Como seu laptop pessoal era criptografado e sua esposa, Jennifer Robertson, não sabia a senha, os investidores ainda não sabem quando terão acesso ao dinheiro.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.