PATROCINADORES

Ibovespa renova máxima e fecha acima de 100 mil pontos pela primeira vez

O Ibovespa atingiu seu recorde histórico nesta quarta-feira (19) e fechou acima dos 100 mil pontos pela primeira vez. O índice subiu 0,9%, aos 100.303 pontos. O movimento foi influenciado pela decisão do Fed (Federal Reserve, o Banco Central dos EUA) de manter o juro americano estável, indicando a possibilidade de novos cortes de juros no futuro. A posição do Fed é benéfica para mercados emergentes, como o Brasil, por deixar os investimentos em títulos do tesouro americano menos rentáveis. Entre as cinco ações mais negociadas do dia, quatro fecharam em alta: Vale (0,58%), preferenciais da Petrobras (0,26%), Itaú Unibanco (1,58%) e Bradesco (1,24%). Apenas os papeis da B3 (-1,89) caíram. O dólar fechou em queda de 0,25%, negociado a R$ 3,85.

Por que é importante

O índice acima dos 100 mil pontos mostra o otimismo dos investidores em relação aos rumos da economia, especialmente com a expectativa de aprovação da reforma da Previdência

Quem ganha

As ações da Natura registraram a maior alta do dia: 5,27%, cotadas a R$ 59,70

Quem perde

As ações da Smiles registraram a maior queda do dia: -4,14%, cotadas a R$ 44,19

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 3 =

Pergunte para a

Mônica.