PATROCINADORES

Ibovespa volta à normalidade após alta na quinta-feira

O Ibovespa voltou a oscilar nesta segunda-feira (10), após ter registrado forte avanço na última quinta-feira (6). O índice começou o dia em alta, refletindo o bom desempenho das ADRs (recibos de ações de empresas brasileiras negociados nos Estados Unidos) na sexta-feira (7) – quando a bolsa brasileira não operou -, mas oscilou durante o pregão, fechando com alta de apenas 0,03%, aos 76.436 pontos. O dólar fechou em queda de 0,07%, negociado por R$ 4,09. Entre os cinco papeis mais negociados do dia, fecharam em alta as ações preferenciais da Petrobras (1,42%), Itaú Unibanco (0,85%) e Bradesco (0,91%). Fecharam em baixa as ações da Vale (-0,06%) e Banco do Brasil (-1,23%).

Para Enrico Cozzolino, analista da Eleven Financial, o Ibovespa volta a operar dentro da normalidade depois do avanço de 1,73% no pré-feriado, impulsionado pelo atentado contra o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), em Juiz de Fora (MG). Em um primeiro momento, o mercado interpretou que o ataque prejudica os candidatos à esquerda, vistos como refratários à pauta reformista defendida pelo mercado. Porém, Cozzolino considera que o momento de euforia já passou, e agora os investidores aguardam os resultados das próximas pesquisas eleitorais para decidir os próximos passos: “Essas pesquisas têm uma característica diferente, por serem as primeiras após o atentado. Os investidores vão esperar o resultado do Datafolha de hoje (terça) e o Ibope amanhã (quarta) para saber o real impacto do ataque”, ponderou.

Por que é importante

Os investidores esperam pesquisa Datafolha, que será publicada nesta terça-feira à noite, para saber se a facada recebida por Bolsonaro fortalece os candidatos a favor das reformas econômicas na corrida eleitoral

Quem ganha

As ações da Qualicorp tiveram a maior alta do dia: 4,10%, cotadas a R$ 15,99

Quem perde

As ações da Fleury tiveram a maior queda: 4,90%, cotadas a R$ 24,24

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pergunte para a

Mônica.